segunda-feira, 3 de dezembro de 2007

Artemija, Artemísia, Alfinetes de Nossa Senhora

Esta planta com nome muito particular, designa-se por Tanacetum parthenium e pertence à família Asteraceae.
É nativa do Sul da Europa, Norte de África e do Sudoeste da Ásia, subespontânea em Portugal Continental e Açores. Segundo a Flora da Madeira de R. Vieira (2002) na Madeira foi introduzida como ornamental, dispersando-se rapidamente pelas zonas baixas e médias das costas norte e sul.

É uma herbácea perene de folhas ovadas a oblongas, penatifendidas a penatipartidas, com capítulos numerosos, brácteas lanceoladas, lígulas brancas e flores do disco amarelas. Possuí um cheiro muito característico.
Na ilha da Madeira o chá da planta tem várias utilizações, diurética, estimulante e tónico. Numa pequena localidade da costa norte, foi também apontada para problemas de rins, bexiga e infecções urinárias.
Foto da planta retirada daqui

2 comentários:

I.ELIANE BARBOSA disse...

Olá. Essa plantinha nasceu sozinha nas minhas jardineiras. Tem um cheiro de malva, muito bom. Cortei qdo as pequenas margaridas secaram. Não se faz chá com as flores?

I.ELIANE BARBOSA disse...

Moro em Cajamar, SP